Março de 1993
A escalada da bruxaria e dos ritos satânicos
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Capa

 

Bruxedos na Eco-92

Os que acompanharam o desen­rolar dos fatos ocorridos na Eco-92, realizada no Rio de Janeiro de 3 a 14 de junho último, puderam dar-se con­ta de como vai longe a insolente ou­sadia dos bruxedos, e que altos prote­tores têm eles no mundo atual. A pon­to de o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira ter levantado a hipótese, com base no ali ocorrido, de que o “demônio esta­ria projetando a sombra de sua ban­deira sobre toda a Terra” ("Eco-92: Aparência e Realidade profunda, ·in Catolicismo, setembro/92).

De fato, basta dizer que na "Vigília das Religiões do Mundo", ocorrida numa madrugada, na Praia do Fla­mengo, durante a Eco-92, cada uma das numerosas seitas mágico-tribalis­tas ali presentes –– inclusive a chama­da "Igreja Unida de Satanás" –– entre­garam-se a seus ritos e macumbas, invocando seus "deuses". E que, em meio a esse estranho sabat, também o Presidente da CNBB, D. Luciano Mendes de Almeida, celebrou uma Missa e D. Helder Câmara pronun­ciou uma Oração à Terra!

 

Fatos concretos


* Contatos –– No Rio, Ary Araujo, “da Editora Palias, especializada em esoterismo, revela que cresce o número dos que ligam para a Editora em busca de um contato com o demônio” (OG, 23-8-92).

* Crianças queimadas –– “Em nome do diabo crescem também no Rio os casos de crianças queimadas ou sangradas até a morte por integrantes de seitas macabras ou adeptos da magia negra” (idem).

* Guaratuba –– Ficou tristemente famoso o caso de Guaratuba-PR. O menino Evandro Ramos Caetano, de sete anos, “foi morto durante um ritual satânico comandado por Oswaldo Marceneiro, o Bruxo” e seus auxiliares David dos Santos Soares e Vicente de Paula Ferreira. Duas mulheres, Celina Cordeiro Abbage e Beatriz Abbage, respectivamente mulher e filha do prefeito local, haviam seqüestrado o menino, conduzindo-o ao ritual.

Um dos bruxos e as duas mulheres seguravam Evandro pelas mãos e pelos pés, enquanto outro o estrangulava, e cortava-lhe o pescoço para retirar o sangue. Em seguida, com um serrote e uma faca abriram-lhe o peito e o abdômen e retiraram órgãos internos para oferecê-los ao demônio. Cortaram também os órgãos genitais, os pezinhos e as mãozinhas, tudo para ser oferecido. No ritual, “pedia-se a Exu (o diabo, no candomblé) proteção e sucesso financeiro”. Tudo foi feito ao som de pontos de macumba (TS e OE de 10-7-92). Há suspeita de casos semelhantes na mesma região.

Os três bruxos confessaram também ter seqüestrado o menino Leandro Rossi, oito anos, em 15-2-92 (FSP, 13-7-92).

* Discos Voadores –– A seita dos bruxos teria ramificações na Argentina. Um argentino, José Alfredo Taruggi, e sua mulher brasileira, Valentina Andrade, suspeitos de participação nesses crimes, fugiram de Londrina, onde residiam. Presidem eles uma seita de magia negra chamada Lineamento Universal Superior, e já tentaram, sem êxito, levar os membros dela ao suicídio.

Em sua residência de Londrina, encontrou-se um livro escrito por Valentina, “Deus, a grande farsa”, o qual mostra uma imagem do diabo com o ventre aberto, onde aparece uma criança. Também se achou uma fita de vídeo-cassette com cenas referentes ao sexo, numa espécie de rito satânico. Valentina se apresenta como estudiosa de discos voadores e afirma ouvir vozes extra-terrestres. Noutra fita, Taruggi manda matar uma criancinha (TS, 18-7-92; JT, 16-7-92; FSP, 22-7-92; JB, 24-7-92).

* Homenagem –– "Episódios semelhantes ao de Guaratuba têm acontecido com preocupante freqüência nos últimos anos. Podem diferir nos detalhes, mas guardam em comum o fato de as pessoas serem sacrificadas ‘em homenagem ao diabo’. Há casos em que os assassinos se dizem ‘possuídos pelo demônio’ no momento do crime" (OG, 12-7-92).

* TV –– A TV Globo se propôs a exibir o filme “Adoradores do Diabo”. O aeronauta Lineu Gomes Marinho de Andrade, indignado, recorreu a ação judicial contra a exibição, alegando, com razão, que a bruxaria do enredo inspira assassinatos de crianças. Deu-se no entretempo o caso de Guaratuba e a Globo oportunamente (oportunisticamente seria melhor dizer) suspendeu a exibição (JB,15-7-92).

* Classe alta –– Apesar de ser um dos países mais violentos do mundo, “durante a última década, o culto a Satanás na Colômbia chegou a um auge maior do que o homicídio e as lesões pessoais”. Tal é a conclusão de um inquérito realizado em 122 paróquias de Bogotá.

“O pacto com o diabo e a utilização de malefícios são manifestações que estão aflorando espontaneamente, e com mais freqüência nos grupos de oração paroquiais”, informam os sacerdotes consultados. E acrescentam: “Isto se pratica mais nas classes média e alta”.

Segundo alguns párocos, “o encontro de cadáveres de crianças mutiladas em Cauca, em 1989, e o assassinato de um sacerdote no Valle, em 1991, são indícios da realização de ritos satânicos.

“Dezenas de pessoas acorrem à Catedral de Rionegro e à de Sonsón para que Mons. Jaramillo (Bispo exorcista) as livre de maleficios ... Há casos raros, mas que ocorrem, nos quais as pessoas expelem pela boca animais como vermes e rãs” (ET, 6-3-92).

* Adoração –– O pai-de-santo Marcos Fabian Vieira, “em noite de lua cheia invade os cemitérios para roubar crânios para seus rituais de magia negra para o bem ou para o mal... Nas noites de cerimônia se apresenta como pai Marcos Diabo e incorpora o Exu Tiriri –– o próprio diabo em pessoa. É assim que abre seu terreiro às sextas-feiras para atender uma clientela que varia entre 30 e 40 pessoas semanalmente. Adorador confesso de Satã, ele garante que é capaz tanto de salvar vidas como de matar através da magia negra" (OG, 23-8-92).

Anton Sandor Lavey, fundador da "igreja de Satanás", situada em São Francisco (EUA)...

* Sangue –– Em maio do ano passado, a menina Fernanda Soares Militão, 12 anos, foi morta por João Rocha Silva e outro comparsa em Guapó, a 30 quilômetros de Goiânia, a pedido do pai-de-santo Donizete Martins do Carmo, “que precisava do sangue para um trabalho de magia negra”. Primeiro cortaram-lhe o pescoço para retirar o sangue, e depois o corpo foi violentado. O sangue da menina foi guardado numa geladeira e utilizado depois num ritual de magia negra, do qual participaram pelo menos seis pessoas, sob o comando de Edmilson de Oxumaré (JB, 29-5-92; JT, 13-7-92 e FSP, 6-12-92).

* Cerimônia –– José Luís da Silva, em Bananal-SP, “até hoje não sabe explicar por que matou a sobrinha, Fabiane, de 3 anos, numa cerimônia de magia negra" (OG, 23-8-92).

* Ao ouvido –– Existem “grupos vampirescos na Califórnia, que vão da teoria draculesca até a prática de beber sangue humano”. O “célebre Sandor Lavey, o papa do demonismo nos EUA”, esteve num Congresso de Bruxos na Cidade do México, ao qual também esteve presente o Pe. Oscar Quevedo, que atua no Brasil como parapsicólogo. Nesse Congresso, a filha de Sandor, sobre cujo corpo são celebradas missas negras, “sussurrou ao ouvido do Pe. Quevedo: Nosso ideal é matar humanos, certos humanos... Porque se Deus manda não matar, nosso mestre diz o contrário" (JT, 28-7-92).

* Fascinante –– “Você acredita no demônio?” perguntou um repórter ao escritor e bruxo brasileiro Paulo CoeIho. Resposta: “Acredito. E ele é sedutor e fascinante”. Durante seis anos Paulo Coelho e um grupo de amigos "procuraram os favores do demônio através da magia negra”. Depois, buscou livrar-se do pacto (OG, 23-8-92).

* Coração –– Nos EUA, os Gyspsy Jockeys (ciganos trapaceiros) têm como seu último grau de iniciação a "Consagração Total ao Mal". Para atingi-lo, o adepto tem de comer o coração de uma vítima humana. Em Los Angeles, os Bike Groups (Grupo Bicicleta) sacrificam animais, principalmente cães, para extrair-lhes o sangue que será misturado em caldeirões, com drogas alucinógenas (FSP, 15-7-92).

Os horrores continuam!

voltar 1 | 2 | 3 Continua
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão